Por mais que muitas empresas percebam o poder do funil de vendas como parte de sua estratégia de marketing digital e o apliquem para conquistar e fidelizar a clientela, também é fato que uma parte delas encontra certa dificuldade em aumentar a taxa de conversão de leads gerados a partir do site.

Para poder atingir seus objetivos de vendas, é preciso estar atento e avaliar cada parte do processo. Por isso, abordaremos nesse artigo quatro formas objetivas e práticas para fazer com que, por meio da sua página na internet, seja possível gerar mais leads. Vamos a elas?

Análise do tráfego

A primeira dica é básica, mas que muitas pessoas acabam esquecendo, principalmente depois de algum tempo da implementação do funil de vendas. É preciso sempre pensar no site da sua empresa como a sua principal ferramenta, em que estão as maiores possibilidades de gerar e converter leads. Seus possíveis leads são pessoas, e como tal, mudam de ideia de acordo com suas necessidades e desejos.

Quando começamos com o funil os números são ainda pequenos e fáceis de administrar, mas com o movimento natural de crescimento do negócio, é fundamental reavaliar de tempos em tempos para verificar se as ações continuam eficazes.

Quem são os visitantes atuais que chegam até o seu site? De onde eles vem, quais as palavras-chave que mais utilizam e quantos apenas visitam uma página e vão embora? Qual a taxa de cliques nos seus botões de CTA (Call to Action)? Essas e outras informações similares, são fundamentais para verificar os resultados da sua estratégia.

Se trabalha com o Google Analytics (GA), você pode, inclusive, agendar para receber relatórios com dados personalizados, sem precisar lembrar de logar na sua conta para ter acesso a eles.

Aprenda a ler esses relatórios para extrair deles as informações de que precisa e perceber quais ações devem ser tomadas para melhorar sua taxa de conversão de leads. Por exemplo: se você tem visitantes que chegam ao seu site a partir da keyword X, que tal buscar em ferramentas de análise de palavras-chave (Keyword Planner, Übersuggest) para ver quais outros termos você pode incluir na sua estratégia de conteúdo?

Se você investe em Ads (seja em redes sociais ou em mecanismos de pesquisa) veja quais as campanhas com melhores resultados e foque nelas para torná-las ainda mais efetivas para a conversão. Você também pode pegar essas informações para perceber quais os anúncios que precisam ser alterados para produzirem melhor retorno (mudança na página, no texto, no design) ou abandoná-las por completo para não jogar mais cliques pagos fora.

Análise e otimização

Agora é hora de olhar a sua página. Além do checklist básico (segurança para navegação e compra, navegação em diferentes dispositivos e navegadores, design e fluidez) é preciso investir para ampliar as chances de transformar o visitante em lead e em aumentar a taxa de conversão desses leads em clientes.

Testes A/B

Ferramenta muito popular para medir a eficácia das suas landing pages em um ambiente real e que pode ser mensurado com grande precisão. Também serve para testar mudanças nelas antes da sua implementação.

É bem simples: você divide o tráfego em duas (ou mais) versões da landing page em questão, cujos cliques são distribuídos de forma aleatória.

Essa é uma daquelas técnicas que funcionam bem para quem já tem um bom fluxo e está querendo melhorar e ampliar os resultados da sua estratégia.

Localização e design dos CTAs

Às vezes, algo tão simples como um botão de Call to Action pode diminuir as chances de conversão do seu negócio. Evite textos muito genéricos, levando em consideração a sua persona para elaborá-lo. Adeque-o à realidade do seu negócio e personalize de acordo com a sua linguagem.

Teste diferentes locais e veja qual funciona para você. Há estudos que apontam que as pessoas gostam de saber um pouco antes de clicar, então ofereça informação objetiva e atraente para ele logo acima do botão.

Scroll-box, Exit-intent

São aqueles pop-ups que aparecem durante a rolagem do texto (scroll-box) ou na saída da página (exit-intent). Essas caixinhas, quando bem utilizadas, podem aumentar os seus resultados.

 

Manua-seo

 

O aspecto psicológico

Não podemos esquecer de que estamos lidando com pessoas, então a psicologia deve sim fazer parte do seu estudo para aumentar a conversão de leads. Seguem quatro aspectos que podem ajudá-lo — e muito! — nessa tarefa.

Fomento do desejo

Na hora da compra, pessoas são movidas por duas coisas básicas: necessidade e desejo. Muitas vezes, ambas, inclusive, estão mescladas. Cabe descobrir como que você pode alimentar e induzir no seu visitante a vontade de fechar negócio. A resposta está em encontrar formatos que façam com que o cliente perceba na sua empresa a melhor resposta para o que ele precisa.

Justificativa racional

Agora seu site também precisa ser muito claro quanto aos serviços e produtos oferecidos, quais as suas funções, como adquiri-lo e quais os seus benefícios. Ao justificar racionalmente, você dá ao lead a segurança de que seu negócio é a melhor opção.

Senso de urgência

Quando possível, some à sua oferta a sensação de que “a hora é agora”. Você pode informar que o estoque está acabando, criar ofertas relâmpago, dar um desconto para que o negócio seja fechado na hora, e por aí vai.

Facilitação do processo

Dependendo do seu negócio, você tem diferentes produtos e marcas para oferecer. Mas, para aumentar a taxa de conversão de leads é importante diminuir as opções. Quando você oferece muitas outras possibilidades dentro da página para fechar negócio, o mais provável é que o lead acabe se perdendo entre elas e desista.

Outro ponto importante aqui é lembrar de fazer do seu processo de compra o mais fácil e rápido possível, sem abrir mão da segurança. Carrinhos com muitas etapas acabam sendo abandonados.

Capacitação das equipes

Por fim, não esqueça das suas equipes. Atendimento, vendas, todos precisam estar a par das estratégias, dos objetivos, do perfil da persona e do público-alvo — isso sem contar no treinamento acerca dos produtos, dos serviços, das políticas da empresa e da legislação do consumidor, por exemplo.

Toda essa preparação vai educar profissionais que criam e aproveitam melhor as oportunidades de venda, que sabem ler as necessidades do lead e respondê-las com precisão. Isso vai ajudar a garantir uma boa experiência de compra, o que, além de conquistar, fideliza o cliente.

E agora que você já aprendeu como aumentar a taxa de conversão de leads do seu site, que tal ajudar outros profissionais do setor a também melhorar o funil de vendas? Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais!