Uma completa gestão de e-commerce é composta pela soma de diversas frentes de trabalho, que se convergem para a atuação direta do gestor da loja virtual.

Para que essa gestão seja feita de maneira eficaz, proporcionando o crescimento e a manutenção do negócio em si, são necessárias algumas ações, como avaliar a saúde financeira do e-commerce; saber como andam os processos internos; checar se tudo está sendo feito com a máxima eficiência; e adotar uma postura mais estratégica.

Conheça as 7 dicas para otimizar a gestão de e-commerce e aplicar essas e outras ações, obtendo o máximo proveito de suas ações gerenciais.

1. Faça a projeção do crescimento financeiro

Nossa primeira dica para que você otimize a gestão do seu e-commerce é fazer a projeção do crescimento financeiro.

Como todo negócio precisa crescer para se sustentar, estabeleça uma meta de faturamento. Essa meta precisa ser real e, para crescer, você precisará fazer alguns investimentos em pessoas, marketing e tecnologia. Coloque, na sua meta, esses fatores alinhados aos custos.

 

o-que-e-marketing-de-dados-descubra-agora

 

2. Controle rigidamente os dados financeiros

Se você não está familiarizado com números e mais números, contrate um consultor e, juntamente com ele, crie um modelo de controle financeiro.

Por meio desse controle, você deve:

  • Medir mensalmente os resultados das vendas;
  • Fazer um demonstrativo dos resultados;
  • Calcular fluxo de caixa, lucro, estoques e outros mais.

Entender os conceitos que metrificam o lado financeiro do e-commerce é essencial para que você saiba se a loja está indo bem ou não. Esse controle pode ser feito por meio de uma planilha ou de um sistema ERP integrado à plataforma e à logística do seu e-commerce.

3. Organize-se para otimizar a gestão do e-commerce

Dependendo do tamanho do seu e-commerce, a equipe que pode trabalhar nele talvez seja bastante enxuta.

Quando a loja virtual é menor, uma mesma pessoa costuma ter mais de uma função. É nisso que o gestor de e-commerce precisa estar atento, organizando-se bem e tendo o controle de tudo que é feito.

Para ajudá-lo, integre à plataforma do e-commerce um sistema de gestão ou use uma planilha. Usando um sistema de gestão integrado, é possível extrair relatórios diretamente da plataforma, o que facilita o seu trabalho.

4. Defina novas métricas para a loja virtual

Faça uma análise do seu e-commerce e verifique algumas métricas sobre as quais você ainda não tem controle, priorizando os pontos negativos, que você poderá adequar por meio de ações corretivas. Entre os exemplos de métricas que podemos citar estão:

  • Percentual de inadimplência;
  • Retorno de investimento de uma campanha;
  • Taxa de conversão de visita e de venda;
  • Taxa de abandono de carrinho. 

Quando identificar que o resultado dessas métricas não está bom, elabore e coloque em prática um plano de ação para reverter esse quadro.

5. Busque por parceiros que sejam confiáveis

No e-commerce, nem sempre é possível — e saudável financeiramente — ter uma equipe própria para realizar todas as etapas como, por exemplo, a entrega dos produtos. Nesse caso, e em outros, faz-se necessário buscar por parceiros que ajudam na gestão e na realização dos processos do e-commerce.

O problema surge quando esse parceiro falha no contato com o seu principal bem: o cliente. Quem lida com a situação é você, gestor do e-commerce. Por esse motivo, busque por parceiros que sejam confiáveis. Não estabeleça, de imediato, longos contratos com fornecedores novos. Determine um período de experiência e deixe muito claro quais são as suas expectativas em relação à atuação deles em nome da sua loja virtual.

 

evitar_fraudes_970x250

 

6. Escute o que os seus clientes têm a dizer

O seu negócio precisa de quem para funcionar? Do cliente, obviamente. Se ele é a figura principal do seu negócio, que tal ouvi-lo mais para saber o que ele espera de você?

Realize pesquisas e tenha um feedback da sua loja para levantar os pontos relevantes que dificultam o processo de compra e também os que impulsionam as vendas, para investir na melhoria de ambos.

Para que isso ocorra de maneira eficaz, livre-se de preconceitos e esteja com a mente aberta para ouvir as críticas. Essa é a atitude que deve constar no seu quadro de metas para ser realizada com determinada frequência.

Após captar os feedbacks e avaliar os resultados, faça uma apresentação deles para o time e divida a responsabilidade com todos.

7. Alinhe as expectativas do seu time

O negócio que você gerencia é composto por pessoas. Dentro do conjunto, cada colaborador é extremamente importante, pois a desmotivação dele acaba indo de encontro com os objetivos do time e do negócio em si.

Para manter a unidade do time, faça reuniões periódicas para dar feedback aos funcionários e avaliar o clima organizacional. Isso facilita a tomada das decisões estratégicas. Essas reuniões e o alinhamento das expectativas do time permitem que você atue como um mentor, estimulando o crescimento de cada um e proporcionando um trabalho em equipe mais eficaz.

Essas foram as nossas 7 dicas para otimizar a gestão de e-commerce. Assine a nossa newsletter e receba sempre novas informações e estratégias para seu e-commerce!